https://i0.wp.com/galpaocinehorto.com.br/wp-content/uploads/2013/03/logo_galpao.jpg

Um permanente diálogo entre a tradição e a renovação, a rua e o palco, o erudito e o popular, mas cuja celebração primordial sempre foi o encontro com o público.”

(Eduardo Moreira História, ancestralidade e teatro)

 

Apresentar autores eruditos numa linguagem popular é uma das marcas registradas do Galpão. Peças de Shakespeare, Molière, Tchekhov, Pirandello já foram tratadas desse modo de sucesso. O clássico Romeu e Julieta, ao ganhar uma trilha sonora com cantigas mineiras, técnicas do teatro de rua e do circo, teve um sucesso explosivo ao ser apresentado em Londres, na reinauguração do GlobeTheatre. Os Gigantes da Montanha ganhou uma versão com cenas impactantes acompanhadas de músicas do cancioneiro popular da Itália.

As apresentações nas ruas, presentes desde a constituição do Grupo há mais de 30 anos, merecem destaque. Essas apresentações possibilitam o acesso de várias pessoas que, de outra forma, não teriam como assistir às peças, já que no país existem pouquíssimas cidades do interior com sala de espetáculo, e até mesmo nas grandes capitais, os espaços estão concentrados nas regiões centrais.

Esse real interesse em levar a arte onde parecia ser impossível, aliado a uma linguagem popular, fazem do Galpão um grupo ímpar. Suas apresentações pelo mundo possibilitam diálogos impossíveis a partir de uma realidade de isolamento e da aspereza imposta pelas dificuldades do cotidiano. A poesia e a magia do teatro no espaço da rua pode ser a faísca detonadora de transformações em cada indivíduo.

 

Para conhecer mais a história da força e a da magia do Galpão AQUI

Para se informar mais e acessar documentários sobre o Grupo Galpão AQUI

 

Advertisements